75 9 9819-0354

NO AR

ACORDA SERTANEJA

Com RODRIGO DA GATA

Política

Novos ministros de Dilma Rousseff: veja quem entra e quem sai Presidente fez primeira mudança nove meses após assumir 2º mandato. Ela cortou 8 ministérios, criou 2 e promoveu 10 mudanças em pastas.

Desta vez vai.

Publicada em 02/10/15 às 17:18h - 450 visualizações

por FM Sertaneja de Abaré


Compartilhe
 

Link da Notícia:

Agencia focos  (Foto: FM Sertaneja de Abaré)
A presidente da República, Dilma Rousseff, anunciou nesta sexta-feira (2) a primeira reforma ministerial do segundo mandato.
Veja a lista de novos ministros
(clique nos nomes para ler o perfil de cada um)
- Secretaria de Governo: Ricardo Berzoini (PT)
- Trabalho e Previdência: Miguel Rossetto (PT)
- Secretaria de Portos: Helder Barbalho (PMDB)
- Casal Civil: Jaques Wagner (PT)
- Ciência e Tecnologia: Celso Pansera (PMDB)
- Comunicações: André Figueiredo (PDT)
- Defesa: Aldo Rebelo (PCdoB)
- Educação: Aloizio Mercadante (PT)
- Saúde: Marcelo Castro (PMDB)
- Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos: Nilma Lino Gomes (sem partido)
 

NOVOS MINISTROS
Dilma faz mudanças no 1º escalão
8 ministérios são cortados
perfis: quem entra e quem sai
composição por partido
repercussão na política
opinião: beth cataldo
Sete ministros já faziam parte do primeiro escalão e foram apenas remanejados. Celso Pansera, Marcelo Castro e André Figueiredo são os três nomes novos.
Houve a redução de 39 para 31 ministérios, com a fusão de algumas pastas e extinção de outras. Confira todas as mudanças na tabela abaixo.
Composição por partidos
O PT, partido da presidente Dilma, ficará com o comando de nove pastas. Já o PMDB, principal legenda da base aliada, ampliou espaço, saindo de seis para sete pastas.
PTB, PSD, PP, PRB, PR, PCdoB e PDT terão o comando de uma pasta cada.
Outros oito ministérios serão chefiados por ministros sem partido, de perfil técnico.

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta sexta-feira (2) a reforma ministerial do governo, com eliminação de 8 das 39 pastas por meio de fusão e eliminação de ministérios, medidas de enxugamento da máquina administrativa e redução em 10% do próprio salário, do vice e dos ministros (de R$ 30.934,70 para R$ 27.841,23). No total, nove partidos controlam 23 ministérios - nos casos dos outros oito, os ministros não têm filiação partidária.

Com o novo arranjo do governo, a pasta de Assuntos Estratégicos foi extinta; Relações Institucionais, Secretaria Geral, Gabinete de Segurança Institucional, Micro e Pequena Empresa foram incorporadas ao novo ministério intitulado Secretaria de Governo; Pesca foi incorporada a Agricultura; Previdência e Trabalho se fundiram em um único ministério, assim como Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

O principal objetivo da reforma é assegurar a governabilidade, com a formação de uma nova base de apoio partidário no Congresso, a fim de o governo obter maioria parlamentar, evitar as derrotas que vinha sofrendo e conseguir a aprovação das matérias de seu interesse na Câmara e no Senado.

Composição por partido VALE ESTE (Foto: Arte G1)

Partidos
Mesmo com a redução do número de pastas, o PMDB aumentou a participação no ministério (de seis para sete). O partido com mais ministérios continua sendo o PT (nove). Ficaram com um ministério PTB, PR, PSD, PDT, PCdoB, PRB e PP. Oito ministros não são filiados a partidos (veja toda a composição do ministério).

Dilma fez o anúncio em um discurso ao lado do vice-presidente Michel Temer. A presidente justificou a partilha de cargos entre partidos, dizendo que é preciso garantir uma base aliada sólida e com maior "diálogo". Ela destacou que o processo de escolha foi "feito às claras" e defendeu que o processo foi "legítimo".






ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


 
Enquete

Nenhum registro encontrado








.

LIGUE E PARTICIPE

(75)9.9819-0354

Visitas: 1312570
Usuários Online: 3
Copyright (c) 2024 - FM Sertaneja de Abaré - Obrigado pela visita! A FM SERTANEJA EM 2023 MUITO MAIS VOCÊ!